Rússia

Cadela percorre 200 quilómetros à procura dos donos que a rejeitaram

Mastim inglês comprada com cinco meses de idade foi devolvida meio ano depois porque a dona descobriu que era alérgica a animais. Na viagem de comboio de regresso à casa da criadora, conseguiu fugir
Bichos
Cadela caminha 200 quilómetros à procura dos donos

Uma cadela de raça mastim inglês percorreu 200 quilómetros, ao longo da taiga siberiana, à procura dos donos que a tinham acabado de rejeitar. Manora foi comprada a uma criadora de Novosibirsk, quando tinha cinco meses de idade, segundo o jornal Siberian Times. Meio ano mais tarde, a dona, residente em Krasnoyarsk, telefonou à antiga proprietária, Alla Morozova, a pedir-lhe para aceitar a cadela de volta, pois era alérgica a animais.

 

 

Ficou acordado que Manora seria enviada de comboio, aos cuidados de um dos funcionários da empresa ferroviária. No entanto, cerca de 200 quilómetros depois do início da viagem, o comboio parou na estação perto de Achinsk. “Ela teve um ataque de pânico, porque estava assustada”, referiu Alla Morozova ao mesmo jornal.

 

 

Manora (carinhosamente apelidada de Maru) conseguiu abrir a porta do compartimento onde viajava e saltou do comboio, embrenhando-se na taiga. Era já noite. Os funcionários da empresa ferroviária informaram os donos, que por sua vez telefonaram a Alla Morozova. Esta pediu-lhes que se dirigissem a Achinsk para procurar a cadela, o que eles recusaram.

 

 

Preocupada com o que lhe poderia acontecer, Alla Morozova distribuiu panfletos pedindo informações sobre Manora. A cadela foi encontrada dois dias e meio depois, na área industrial de Kasnoyarsk, em direcção à casa dos donos, que a tinham acabado de rejeitar. “Por sorte, nem os ursos nem os lobos a atacaram”, refere a criadora.

 

 

Quando foi encontrada, Manora estava muito debilitada. O focinho estava partido (talvez da queda que deu quando saiu do comboio), mancava e as almofadas das patas estavam em ferida. A cadela foi levada de volta a Novosibirsk, onde se reuniu aos pais e está a recuperar das lesões.