EUA

Tartarugas feridas salvas graças aos colchetes dos sutiãs

Com um orçamento apertado, o Centro de Resgate Waterfowl, na Carolina do Norte, recorre a formas alternativas de tratamento, como o uso desta peça de vestuário
Bichos
Tartarugas tratadas com colchetes de sutiãs


O Centro de Resgate Waterfowl, localizado na Carolina do Norte (EUA), tem encontrado métodos alternativos de tratamento de tartarugas feridas, um dos quais passa pela utilização dos colchetes dos sutiãs. Com um orçamento apertado, só assim é possível poder continuar a dar resposta às muitas solicitações.

 

Os responsáveis do Centro inspiraram-se numa outra organização de resgate. Em declarações ao programa televisivo Good Morning America, da ABC, a directora-executiva Jennifer Gordon explicou que os colchetes são fixados na carapaça partida com uma cola especial. “Depois de secos, unimos os colchetes com arame para estabilizar a carapaça e deixá-la cicatrizar”, referiu.

 

O Centro de Resgate Waterfowl não tem fins lucrativos e serve os estados da Carolina do Norte e do Sul. É especializado em aves e répteis, mas aceita qualquer espécie animal que precise de ajuda.

 

Muitos dos animais socorridos são tartarugas e de entre estas, 90% são fêmeas atingidas durante a postura, acrescentou a mesma responsável. São animais que só saem da água uma vez por ano precisamente para colocarem os ovos em terra.

 

Jennifer Gordon deixou também um conselho a quem queira ajudar uma tartaruga a atravessar a estrada: nunca a mudem de direcção. Estes animais têm uma espécie de GPS interno que lhes permite encontrar o caminho de regresso a casa. Se lhes mudarem a direcção, podem acabar por ser atropeladas a tentarem encontrar o caminho de volta.