Espanha

Cão morreu em Valladolid vítima da onda de calor

Animal estava numa varanda exposto ao sol num dia em que a temperatura chegou aos 37,2º
Bichos
Cão morreu em Espanha devido ao calor
Cão morreu em Espanha devido ao calor
Os cães e os gatos não transpiram. A regulação da temperatura corporal é feita através da respiração (foto: avi_acl/Pixabay)

Um cão morreu esta sexta-feira em Valladolid, Espanha, vítima da onda de calor que está a afectar o país. De acordo com o jornal Cope, o animal estava numa varanda, ao meio-dia, exposto ao sol, num dia em que a temperatura máxima atingiu os 37,2º. Apesar da intervenção da Polícia Municipal e do Corpo de Bombeiros de Valladolid, o cão acabou por morrer.

 

Vários países da Europa têm enfrentado temperaturas muito acima da média. Portugal escapou à onda de calor, mas este fim-de-semana, as temperaturas vão subir, pelo que é importante ter em atenção alguns conselhos para garantir a saúde e o bem-estar do seu animal de estimação.

 

Não se esqueça de que os cães e os gatos são mais sensíveis às alterações de temperatura atmosférica do que os seres humanos. A regulação da temperatura corporal é feita exclusivamente através da respiração, uma vez que eles não transpiram. Recorde os nossos conselhos para manter as suas mascotes sãs e salvas durante o calor.