Longevidade

A preguiça mais velha do mundo fez 50 anos

Paula vive no Jardim Zoológico da Montanha, na Alemanha, desde 1971. Estes animais passam 20 horas do dia a dormir
Bichos
Preguiça mais velha do mundo tem 50 anos
Preguiça mais velha do mundo tem 50 anos
A esperança média de vida das preguiças varia entre os 30 e os 40 anos (foto ilustrativa/Pixabay)

A preguiça mais velha do mundo celebrou o seu 50.º aniversário na passada sexta-feira. Paula, assim se chama, vive no Jardim Zoológico da Montanha, na cidade alemã de Halle, e não fossem os pêlos grisalhos, ninguém diria que completou meio século de vida, assegura o jornal Gulf Times. A expectativa média de vida destes animais varia entre os 30 e os 40 anos.

 

Paula chegou ao zoo em 1971 vinda da América do Sul. Tinha cerca de dois anos de idade, disse à imprensa a curadora do zoo Jutta Heuer durante a festa de aniversário. Inicialmente, os tratadores pensaram trata-se de um macho e baptizaram-na de Paul. Em 1994, um exame mais profundo permitiu concluir que se trata de uma fêmea.

 

Segundo a mesma responsável, esta é a preguiça-de-dois dedos mais velha do mundo jamais conhecida. Jutta Heuer contou que Paula é muito enérgica para a idade que tem (que equivale a pelo menos 90 anos na idade dos seres humanos). No dia do seu aniversário, comeu um prato de legumes e outro de milho cozido (o seu preferido).

 

Estes animais, originários da América do Sul e Central, passam 20 horas do dia a dormir. Acasalam e dão à luz pendurados nos galhos das árvores e, ao contrário do que se possa pensar, são bons nadadores. As preguiças-de-três-dedos são maiores do que as sua primas de dois dedos.

 

Na Europa, estão registados 280 exemplares.

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.