Cinema

“Dumbo” estreia quinta-feira nas salas portuguesas

Realizado por Tim Burton, a mais recente versão cinematográfica da história do elefante de orelhas grandes apresenta algumas novidades
Bichos
Filme Dumbo estreia quinta-feira nas salas de cinema portuguesas


A história do famoso elefante de orelhas grandes está de regresso às salas de cinema, desta vez pelas mãos do realizador americano Tim Burton. Dumbo estreia na quinta-feira em Portugal, e conta no elenco com nomes como Colin Farrel, Michael Keaton, Danny DeVito e Eva Green, entre outros.

 

Dumbo é baseado numa história infantil escrita pela autora americana Helen Aberson e ilustrada pelo britânico Harold Pearl, em 1939. Nesse mesmo ano, os direitos sobre a história foram comprados pelos estúdios Disney, que estrearam a primeira versão cinematográfica no dia 23 de Outubro de 1941. Neste ano, o filme ganhou o óscar de melhor banda sonora e o prémio de melhor design de animação no Festival de Cannes.

 

A história de Dumbo começa no circo Max Medici com o nascimento de um elefante que tem as orelhas maiores do que o normal e que, por isso, é alvo de gozo. Para o proteger, o proprietário da companhia pede aos dois filhos e a uma das suas artistas que o protejam. Pouco tempo depois, descobrem que Dumbo consegue voar, graças às suas orelhas gigantes, e ao incentivo do rato Timóteo. E o circo Max Medici, que atravessava sérias dificuldades financeiras, volta aos tempos áureos.

 

A notícia sobre os feitos de Dumbo chega aos ouvidos do empresário V. A. Vandevere, que consegue comprar o pequeno elefante para o seu mais recente empreendimento, a Dreamland. No entanto, por detrás deste negócio, há segredos obscuros.

 

Embora baseada na história original, esta versão de Tim Burton apresenta algumas alterações. Desde logo, o facto de os animais não falarem. Ao jornal Huffington Post, o argumentista Ehren Kruger explicou que o objectivo é conferir mais realismo ao filme, uma vez que os animais, de facto, não falam.

 

 

Corvos eliminados

Há uma outra mudança significativa. Os corvos desaparecem. Nas versões anteriores, estes animais utilizavam o calão quando falavam, e apareciam a fumar, sendo considerados muitas vezes uma caricatura dos americanos negros. Por outro lado, o nome do seu líder, Jim Crow (no original), é o mesmo das leis que institucionalizam a segregação racial nos Estados Unidos da América, e que vigoraram entre 1876 e 1965.

 

Também a sequência em que surgem os elefantes cor-de-rosa sofreu algumas mudanças. Estes só aparecem depois de Dumbo ter bebido, inadvertidamente, champanhe que estava numa bacia. De tanto beber, o pequeno elefante acabou por ficar bêbedo. Começa a ver elefantes cor-de-rosa a desfilarem, e no dia seguinte acorda em cima de uma árvore, sem saber como lá foi parar.

 

O produtor Justin Springer referiu ao mesmo jornal: “Este é o personagem central. Se ele não for credível, o filme não funcionará”.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.