Legislação

Flandres pode proibir fogo-de-artifício para proteger os animais

Parlamento deverá aprovar a nova legislação em breve. Actualmente, o lançamento de foguetes já é proibido em 40 municípios
Bichos
Fogo-de-artifício vai ser proibido na Flandres
Fogo-de-artifício vai ser proibido na Flandres
Muitos acidentes rodoviários são causados por animais assustados pelo lançamento de foguetes (foto: Nidan/Pixabay)

O parlamento da região belga da Flandres deverá, em breve, proibir o uso de fogo-de-artifício para proteger a fauna local. Os animais assustados pela detonação dos foguetes muitas vezes provocam acidentes de viação. Em alguns casos, com feridos graves ou mesmo mortos.

 

A proposta, que deverá ser aprovada pelos deputados da maioria e da oposição, resulta de um desafio do ministro do Bem-Estar Animal, Bem Weyts. No Twitter, o governante já saudou a iniciativa: “mais um passo em frente para o bem-estar animal”.

 

O objectivo da nova legislação é reduzir o stress causado nos animais e a sinistralidade rodoviária. De acordo com o jornal Sud Info, os municípios terão alguma autonomia na aplicação da lei. No entanto, serão estabelecidos locais e horários em que a proibição do uso de fogo-de-artifício não poderá ser levantada.

 

Actualmente, o lançamento de foguetes é permitido em toda a região da Flandres, salvo se as autarquias decidirem em contrário. Cerca de 40 Câmaras Municipais proíbem a detonação de fogo-de-artifício, mas a restrição é desconhecida da maioria da população, segundo o Sud Info. Em 100 outros municípios, é necessária uma autorização prévia para o uso de peças pirotécnicas.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.