Reflexão

Assembleia Municipal Lisboa debate protecção e bem-estar animal

Encontro realiza-se nos dias 7 e 21 deste mês e está aberto à participação do público, mediante inscrição prévia. O debate foi proposto pelos deputados municipais do PAN em Outubro do ano passado
Fátima Mariano
Assembleia Municipal de Lisboa debate protecção animal
Assembleia Municipal de Lisboa debate protecção animal
“Lisboa e os animais: os desafios da sociedade actual” é o tema do debate que terá lugar na Assembleia Municipal de Lisboa (foto: Gisela Atje/Pixabay)

A Assembleia Municipal de Lisboa promove nos dias 7 e 21 deste mês um debate sob o tema “Lisboa e os animais: os desafios da sociedade actual”. O encontro realiza-se no Fórum Lisboa (Avenida de Roma, n.º 14 L), entre as 17.30 horas e as 20.30 horas. A primeira sessão será moderada por Inês Sousa Real, deputada municipal do partido Pessoas Animais Natureza (PAN).

 

Na primeira sessão, intitulada “A sociedade civil e a protecção animal”, são convidados Manuela Mira (médica veterinária responsável pelo LX CRAS), o comissário Bruno Branco (do Projecto Defesa Animal da PSP de Lisboa), Pedro Delgado Alves (deputado socialista à Assembleia da República), Bruno Rolo (médico veterinário) e Jorge Cid (bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários).

 

Na segunda sessão, dedicada às “Políticas públicas de protecção, bem-estar e saúde animal”, intervirão Marta Videira (médica veterinária da Casa dos Animais de Lisboa), Marisa Quaresma dos Reis (Provedora Municipal dos Animais de Lisboa), Carlos Castro (vereador socialista a pasta da Casa dos Animais de Lisboa), Vera Ramalho (da Associação Nacional de Médicos Veterinários dos Municípios) e Francisco Naharro Pires (presidente do Jardim Zoológico de Lisboa).

 

Além dos oradores convidados, o público também pode intervir. Os interessados deverão inscrever-se presencialmente no início do debate, estando previsto um tempo total de 30 minutos para a intervenção do público.

 

De acordo com a convocatória, após o debate temático será elaborado um relatório com eventuais recomendações a submeter à apreciação da Assembleia Municipal.

 

Este encontro resulta de uma proposta apresentada pelo grupo municipal do PAN em 30 de Outubro do ano passado e aprovada pela maioria dos deputados municipais. Decorre da necessidade de “compatibilizar interesses e sensibilidades distintos” relativamente à questão dos animais, numa altura em que “o animal deixou de ser visto como um mero meio utilitário e está integrado na vida familiar”, explicam os dois deputados municipais do PAN na proposta apresentada à Assembleia Municipal de Lisboa.

1 Comentário
  1. Maria Cristina Melo 2 semanas atrás
    Responder

    Dois comentários, que não foi possível fazer, antes dois reparos:

    – A Sra. deputada do PCP não apresentou um discurso sério de interesse pelo debate, antes apresentou um “cliché” quando se referiu às crianças que passam mal (devia ser convidada a apresentar um discurso sério sobre os problemas);
    -O Sr. veterinário Bruno Rolo, por duas vezes apresentou uma solução tão simplista como uma criança , pois basta o poder político melhorar a economia (como uma criança para quem a solução da falta de dinheiro se resolve a levantamentos no multibanco). Mais se referiu ao uso de animais na mendicidade como o problema é resolver a mendicidade, o que dizer de classes económicas abastadas que exploram os animais (como lutas de canídeos e corridas de equídeos). Pensamento muito simplista (de nível infantil). Como poderão apresentar soluções sérias?
    – O Sr. Presidente da Junta de freguesia do Lumiar, deputada do PEV e outros dos presentes fez com que valesse a pena as horas despendidas, mas tinha de fazer estes dois reparos.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.