Segurança

Assassino de gatos assusta habitantes da cidade inglesa de Brighton

Gatos são encontrados com ferimentos provocados por uma faca e muitos acabam por morrer. Polícia pede ajuda à população para identificar o criminoso
Bichos
Vários gatos de Brighton estão a ser esfaqueados
Vários gatos de Brighton estão a ser esfaqueados
Os primeiros ataques a gatos residentes em Brighton registaram-se em Setembro do ano passado (foto: Jordy Meow/Pixabay)

Uma série de mortes violentas de gatos em Brighton, cidade no sul de Inglaterra, está a deixar a população verdadeiramente assustada. O último caso aconteceu na segunda-feira. Uma mulher deixou o gato ir passear depois do jantar. Cerca de meia hora depois, uma vizinha alertou-a de que o animal estava no seu tapete de entrada a sangrar.

 

O gato foi levado de imediato ao médico veterinário, mas acabou por morrer. Tinha sido esfaqueado. A Polícia tenta desesperadamente encontrar o responsável pela onda de ataques aos felinos, alguns dos quais, apesar dos ferimentos, conseguem sobreviver.

 

Um dia antes, o Centro de Resgate Animal de South Norwood anunciou que tinha sido encontrado um gato decapitado. O cadáver estava junto ao portão da casa de um habitante da cidade. Não havia sinais de que tivesse sido arrastado. Tudo indica que tenha sido colocado propositadamente naquele local, segundo a Talk Radio.

 

A associação tem estado a investigar também o assassino de gatos de Croydon. Entre 2014 e 2018, mais de 400 gatos foram encontrados desmembrados e decapitados em várias zonas de Inglaterra, mas com especial incidência na área metropolitana de Londres e de Manchester.

 

Depois de vários anos de investigação, as autoridades concluíram que os animais tinham sido atacados por raposas e não por seres humanos. O caso foi encerrado a 20 de Setembro do ano passado.

 

Investigação em curso

A Polícia pediu já ajuda aos cidadãos. À mesma rádio, o detective Duncan Lloyd disse: «Gostaríamos que quem tenha notado alguém a actuar de forma suspeita na área nessa segunda-feira, ou que tenha informação sobre incidentes semelhantes nos contactasse».

 

As primeiras mortes violentas registaram-se em Setembro do ano passado. Todos os gatos apresentavam ferimentos provocados por uma faca. Em Novembro, uma menina de sete anos de idade deparou-se com a sua mascote, Merlin, com o abdómen esventrado e a morrer no meio da rua.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.