Sobrevivência

Jacarés comem pedras para mergulharem durante mais tempo

Experiência realizada com sete jacarés juvenis por investigadores de universidade irlandesa concluiu que o tempo de submersão aumenta em 88%
Bichos
Jacarés comem pedras para mergulharem durante mais tempo
Jacarés comem pedras para mergulharem durante mais tempo
Jacarés andam debaixo de água para fugir aos predadores ou para caçarem as suas presas (Foto: Sponchia/Pixabay)

Até há pouco tempo, pensava-se que o jacaré-americano (Alligator mississippiensis) comia pedras para facilitar a digestão dos alimentos. À semelhança do que acontece com as aves. Mas um estudo recente concluiu que as pedras engolidas têm uma outra função.

 

Segundo uma investigação desenvolvida por investigadores do Trinity College, em Dublim (Irlanda), publicada na revista científica Integrative Organismal Biology, as pedras ajudam os jacarés a permanecerem mais tempo debaixo de água.

 

Esta espécie passa muito tempo submersa, quer para fugir aos predadores quer para caçar as suas presas. Pelo que qualquer ajuda para que possa estar mais tempo dentro de água é bem-vinda.

 

Para chegar a esta conclusão, os cientistas mediram o tempo que sete jovens jacarés-americanos permaneceram debaixo de água antes e depois de engolirem várias pedras, as quais nunca ultrapassaram em 2,5% o seu peso corporal. Cada animal realizou 42 mergulhos.

 

De acordo com os investigadores, as pedras aumentarem o tempo de submersão em 88%, chegando até aos 35 minutos.

 

Os investigadores dizem que as pedras exercem a mesma função que os cintos de peso dos mergulhadores, fazendo com que os jacarés fiquem debaixo de água mesmo quando têm os pulmões cheios de ar.

 

Os cientistas querem realiza a mesma experiência com animais adultos, uma vez que os tecidos dos juvenis são mais leves e cartilaginosos.