Estudo

Cães com excesso de peso vivem menos anos

Problema verifica-se em cães de todas as raças. Investigação realizada em Inglaterra concluiu que podem viver até menos dois anos e seis meses
Bichos
Cães com peso a mais vivem menos anos
Cães com peso a mais vivem menos anos
Para muitos donos, dar excesso de comida aos cães é uma forma de lhes mostrar afecto (foto: danbar44/Pixabay)

Cães com excesso de peso vivem até dois anos e meio menos do que aqueles que têm o peso ideal. A conclusão é de um estudo realizado por investigadores da Universidade de Liverpool e da MARS Petcare’s WALTHAM Centre for Pet Nutrition. As conclusões foram publicadas na revista científica Journal of Veterinary Internal Medicine.

 

Foram examinados 50 787 cães das 12 raças mais comuns tratados numa clínica entre Abril de 1994 e Setembro de 2015. Os cientistas tiveram em conta diversos parâmetros, como a raça, o sexo, a data de nascimento, o peso corporal e a data da morte, entre outros.

 

O efeito do excesso de peso no tempo de vida útil verificou-se nos cães de todas as raças, embora com impactos diferentes.

 

Os investigadores concluíram que os cães de pastor alemão vivem menos cerca de cinco meses, enquanto o tempo de vida útil dos machos da raça yorkshire terrier é de menos dois anos e seis meses.

 

A obesidade nos animais de estimação (especialmente em cães e gatos) está a tornar-se um problema em alguns países. Embora este estudo não se tenha debruçado sobre a causa do excesso de peso, os cientistas acreditam que os maus hábitos alimentares são uma das principais razões.

 

Um inquérito realizado pelo programa Better Cities for Pets concluiu que mais de metade dos donos (54%) de cães e gatos dão sempre, ao quase sempre, comida aos seus animais quando estes pedem; quase um quarto (22%) lhe dão comida a mais para mantê-los felizes.

 

Ao sítio da Internet Science Daily, Alex German, co-autor do inquérito e professor de Medicina de Pequenos Animais na Universidade de Liverpool, disse: «Muitas vezes, os donos não têm noção de que o cão tem excesso de peso e o impacto que isso poder ter na sua saúde».

 

 

Prevenir para não remediar

Alex German lamenta que apenas um em cada cinco pessoas meça a quantidade de comida que dá diariamente ao seu cão. «Para muitos donos, dar comida […] é uma forma de demonstrar afeição pelos animais», acrescenta.

 

Um outro estudo, publicado em Junho deste ano, tinha concluído que os cães com excesso de peso têm traços de personalidade em comum com as pessoas obesas.

 

Cães com peso a mais podem sofrer de outras doenças, como doenças articulares, problemas respiratórios e até certos tipos de cancro. Além de viverem menos anos.

 

Prevenir é, por isso, o melhor remédio. É importante definir com o médico veterinário qual o melhor tipo de alimentação, dependendo da idade, da raça e da condição de saúde do animal. Deve também assegurar-se que o seu cão se exercite diariamente.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.