Raridade

Lembra-se do Pikachu? Foi encontrado um na Austrália

Clínica veterinária publicou fotografia de um gambá parecido com aquela personagem dos desenhos animados japoneses. O tom do pêlo deve-se a uma mutação genética
Bichos
Pikachu verdadeiro encontrado na Austrália
Pikachu verdadeiro encontrado na Austrália
Fêmea tem apenas cinco meses de idade e ter-se-á perdido da mãe (foto: Clínica Veterinária de Boronia/Facebook)

Quem pensava que Pikachu era apenas fruto da imaginação de Satoshi Tajiri desengane-se. Na Austrália, foi recentemente encontrado um gambá fêmea cujas semelhanças com a personagem dos famosos desenhos animados japoneses da década de 90 são muitas: pêlo amarelo, orelhas pontiagudas, e os olhos pretos e grandes. Não podia, por isso, ser baptizada com outro nome.

A fotografia deste cusu-de-orelhas-grandes (Trichosurus vulpecula) foi divulgada pela Clínica Veterinária de Boronia, nos subúrbios da cidade australiana de Melbourne, no dia 14 de Novembro. Trata-se de uma fêmea com apenas cinco meses de idade que ter-se-á perdido da mãe. Ficará durante uns tempos sob cuidados médico-veterinários. Depois, será transferida para um santuário animal.

Segundo os médicos veterinários, a cor da sua pelagem, muito rara, deve-se a uma mutação genética. «A cor dourada é causada por uma mutação que provoca uma baixa taxa de melanina, um pigmento que dá a cor ao pêlo», explicam, citados pelo sítio da Internet Sciences at Avenir.

Estes marsupiais são raros na natureza, porque a sua cor os torna presas mais fáceis dos predadores. Na Costa Rica, uma espécie de macaco também está a ficar com o pêlo amarelo, devido a alterações na melanina.

Os gambás são endémicos da Austrália. Embora na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza esteja classificado como «Não preocupante», a sua população está a diminuir.

As principais ameaças à sua conservação são a predação de dingos, gatos, raposas e pitões, e os incêndios florestais, sobretudo os que destroem as árvores de grande porte.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.