Negócio

Empresa americana aluga cães e gatos bebés resgatados de abrigos

Animais podem ser alugados por 8 ou 24 horas, uma semana ou um mês. A firma, que fornece a alimentação, os brinquedos e a caixa de areia, entrega-os e recolhe-os no local previamente combinado
Bichos
aluguer de cães e gatos bebés
aluguer de cães e gatos bebés
A empresa garante que o objectivo é arranjar um lar definitivo para todos os animais (foto: JACLOU-DL/Pixabay)

Uma empresa americana aluga cães e gatos bebés a quem não pode cuidar deles a tempo inteiro. Os animais são entregues em casa, no escritório ou nos centros de dia à hora combinada e recolhidos no final do período contratado.

A RescueTime, assim se chama a firma, fornece a transportadora, os alimentos, os brinquedos, a trela, a coleira e até a caixa de areia ou os sacos de plástico para recolha dos dejectos, para que o cliente não tenha quaisquer preocupações.

Todos os animais do catálogo da RescueTime foram resgatados de abrigos ou salvos de «circunstâncias infelizes». De acordo com a firma, nenhum dos cães ou gatos que estão para alugar serão devolvidos aos abrigos.

O objectivo, garante a empresa, é encontrar um lar definitivo para estes animais. Enquanto isso não acontece, os animais podem passa algum tempo com quem não tem possibilidades de os ter permanentemente.

A RescueTime considera que a possibilidade de ter um animal por apenas algum tempo permite a um possível adoptante perceber se prefere um cão ou um gato ou simplesmente não ter animais de estimação.

A empesa explica ainda que apenas aluga cachorros e gatinhos porque os animais adultos são mais difíceis de se ambientarem a um novo local, especialmente quando há crianças.

 

Incentivos ao aluguer

Os animais – entre um a cinco – podem ser alugados uma única vez ou numa base regular (por exemplo, de 15 em 15 dias). A empresa ajuda o cliente a escolher qual o tipo de animal que melhor se adequa à sua personalidade, ao seu estilo de vida e ao local onde o cão ou o gato vão estar durante o período de aluguer.

No sítio da Internet da empresa é possível ver as imagens de alguns dos animais que podem ser alugados, assim como o tempo de aluguer (8 horas, 24 horas, uma semana ou um mês) e o preço (desde 79 dólares [cerca de 70 euros] até 489 dólares [cerca de 430 euros], já com os impostos incluídos).

Para incentivar o aluguer dos animais, a RescueTime oferece dois programas de incentivo: a quem se inscrever no programa mensal e conseguir que outras pessoas se tornem clientes, a empresa oferece 20 dólares (17,5 euros) por cada novo subscritor; caso consiga que cinco pessoas subscrevam o plano mensal, o aluguer torna-se gratuito para sempre.

 

Alugar outros animais

Por enquanto, o serviço está apenas disponível em Chicago, no Milwaukee e em Nova Iorque. Todos os animais, segundo a empresa, são saudáveis e têm s seus boletins de vacina em dia.

Caso fiquem doentes ou sofram um acidente no período de aluguer, o cliente deverá levá-lo rapidamente a uma clínica ou hospital veterinário. Posteriormente, será ressarcido das despesas.

Ainda de acordo com a empresa, no futuro, está previsto o aluguer de outras espécies de animais.

 

E o bem-estar animal?

O negócio está já envolto em polémica por causa do bem-estar animal. Um cão ou um gato bebé precisam de tempo para se ambientarem a uma nova casa ou a um novo dono.

No sítio da Internet The Next Web, Anouk Vleugels apela ao não aluguer de animais. «Deixar cachorros num local estranho todos os dias, sem que estejam presentes caras conhecidas, é extremamente stressante para eles», sublinha.

Além disso, lembra a autora, os cachorros e os gatinhos crescem. Em resposta, a RescueTime explica que todos os animais estão em famílias de acolhimento, mas não esclarece que destino têm quando se tornam adultos.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.