Emoção

Jovem argentina reencontra cão perdido há cinco anos graças a uma foto no Instagram

Tobías aproveitou o portão aberto para sair de casa, quando tinha dois anos e idade, e nunca mais foi visto. Reencontrou a dona na quinta-feira
Bichos
Jovem argentina reencontra cão
Jovem argentina reencontra cão
Para evitar que desapareça outra vez, Tobías está a ser treinado para regressar a casa sempre que vai à rua (foto: Pixabay)

Uma jovem residente na cidade argentina de San Juan reencontrou o seu cão, perdido há cerca de cinco anos, graças a uma foto publicada no Instagram. Ao jornal Clarín, Candelaria Martin, de 23 anos de idade, contou que reconheceu Tobías assim que viu a imagem. “Reconheci-o numa foto: pelos seus olhos, pelo seu olhar”, disse. “O que se passou é um milagre. Recuperei o meu companheiro.”

O cão, de raça labrador, chegou à família quando Candelaria fez 15 anos de idade. El Tobi, como é carinhosamente tratado, sempre foi um animal brincalhão e depressa aprendeu a abrir o portão com as duas patas. “Foi assim que um dia o perdemos. A minha mãe estava a varrer o passeio com o portão aberto. Ele passou e nunca mais o vimos”, recordou a jovem, que estuda Turismo.

A família procurou Tobías por todo o lado e seguiu várias pistas, que não deram em nada. Até que acabaram por se resignar. “Quisemos acreditar que ele tinha sido adoptado por uma família e que estava bem. Agarrei-me a essa ideia e perdi as esperanças, até que na quinta-feira, quando o vi, caiu-me tudo”, continuou Candelaria Martin ao Clarín.

A jovem viu a foto de um cão publicada na página do Instagram dos Cachorros San Juan, um grupo onde se partilham informações de mascotes perdidas. “Quando vês o teu cão, reconheces que é ele, por mais tempo que tenha passado”, garantiu.

 

Reencontro emocionante

Candelaria contactou a pessoa que tinha divulgado a fotografia e enviou-lhe uma imagem de quando Tobías era cachorro. A mulher disse-lhe que era muito parecido e que o cão, que a tinha seguido até casa, respondia pelo nome de Tobi. Decidiu então encontrar-se com ela para confirmar pessoalmente.

“Esse momento, o momento do reencontro, nunca mais o esquecerei. A mulher abriu o portão e o cão veio direito a mim. Cheirou-me, deu-me várias lambidelas, começou a choramingar e virou-se de barriga para cima para eu lhe fazer festas. Fiquei logo sem dúvidas: era El Tobí”, acrescentou.

Embora tenha alguns ferimentos e esteja um pouco magro, Candelaria acredita que Tobías tenha sido acolhido por outra família e tenha voltado a fugir. Para que isso não se repita, colocaram-lhe uma chapa na coleira com os contactos dos donos e estão a treiná-lo para que se acostume ao bairro e aprenda a regressar a casa.

“A todos os que perderam a sua mascote, espero que tenham a sorte que eu tive e que possam reencontrar-se. Estou muito feliz”, sublinhou, emocionada.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.