Solidariedade

Cadela aquece coala bebé que se perdeu durante uma noite fria na Austrália

A cria terá caído da bolsa da mãe e procurou aconchego junto a Asha, uma golden retriever de cinco anos de idade
Bichos
Cadela protege coala
coala
Coala não teria sobrevivido se Asha não o tivesse deixado passar a noite aconchegado a si (foto: Kerry McKinnon/Facebook)

Uma cadela de raça golden retriever é considerada uma heroína na cidade australiana de Strathdownie por ter deixado que um coala bebé se aquecesse junto ao seu corpo durante uma noite em que as temperaturas chegaram aos cinco graus Celcius. A cria de coala não teria sobrevivido se não fosse o comportamento de Asha, que tem cinco anos de idade.

Em declarações ao News Australia, Kerry McKinnon, contou que foi acordada pelo marido, bem cedo pela manhã, para ir ver o que se passava na varanda. Quando lá chegou, viu um coala bebé aconchegado a Asha, que olhava para os donos de forma confusa.

“Ela parecia sentir-se algo culpada quando fui ver o que se passava. A sua expressão era hilariante”, recordou. “Olhava para o coala, mas nunca tentou afastá-lo, nem nada do género. Estava feliz por deixar que ele se aninhasse nela”.

 

Coala será libertado

Ninguém sabe como é que a cria foi parar à varanda. Kery McKinnon, de 45 anos, acha que ela caiu da bolsa da mãe e sentiu-se desorientada. Acabou por chegar à varanda traseira da casa, onde os cães da família dormem nas suas camas, e aconchegou-se a Asha, para se aquecer.

Asha definitivamente salvou a vida deste coala, mantendo-o quente. Ele teria morrido se tivesse ficado toda a noite lá fora. Poderia ser levado por uma raposa, por exemplo”, disse Kerry McKinnon, acrescentando que “não foi fácil” separar os dois.

“Acho que os cães têm este instinto protetor. O coala não queria deixar Asha. Quando o envolvemos num cobertor, ele chiou e manteve-se junto dela”, contou.

O animal foi visto por um médico veterinário, que verificou que ele não tem qualquer problema. Ficará ao cuidado de um tratador de coalas até que seja devolvido ao seu habitat natural.

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.