Apoio

Ainda há 436,7 mil euros para os municípios esterilizarem animais

Cada município pode receber até 15 mil euros; os CRO intermunicipais, o dobro deste valor. Têm que ser esterilizados pelo menos 25 animais
Fátima Mariano
eutanásias
câmaras
câmaras

Ainda estão disponíveis cerca de 436,7 euros dos 500 mil euros disponibilizados pelo governo para os municípios e as entidades gestoras dos centros de recolha oficial (CRO) intermunicipais esterilizarem cães e gatos errantes.

Segundo informações recolhidas pelo jornal Os Bichos junto da Direcção-Geral da Alimentação e Veterinária (DGAV), até esta segunda-feira, 114 Câmaras ou CRO intermunicipais tinham manifestado intenção de beneficiar deste apoio. Destas, 20 autarquias ou CRO intermunicipais (figura 1) já apresentaram as facturas com o valor das despesas para poderem ser reembolsadas , num total de 63 245 euros e 1656 animais esterilizados (figura 2).

No âmbito do Despacho n.º 3282/2018, de 3 de Abril, cada município pode beneficiar de um apoio máximo de 15 mil euros e os CRO intermunicipais do dobro desse valor. Contudo, só podem pedir o reembolso quando realizarem no mínimo 25 esterilizações. Este acto pode ser realizado em CRO que tenham «instalações adequadas» ou num centro médico-veterinário autorizado para o efeito.

 

Apoio termina em Novembro

Algumas autarquias contactadas por Os Bichos lamentaram que a informação sobre este apoio financeiro tenha chegado «em cima do prazo da candidatura» (Câmara de Vinhais); outras, não recorreram a este apoio «pelas condições de candidatura» e «prazo estabelecido para o efeito (Câmara do Montijo)».

Outras, como Arouca, por exemplo, não recorreram a este apoio financeiro porque utilizam os serviços dos CRO para esterilizarem os animais. No caso de Castanheira de Pêra, foi explicado que «está a ser estudada a possibilidade de criação de um CRO devidamente equipado para realizar esterilizações».

O Despacho n.º 3282/2018, de 3 de Abril, refere que «caso o montante global afeto à campanha não se esgote antes, o último pedido de pagamento tem de ser dirigido à DGAV, até 30 de novembro de 2018».

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.