Crime

Mais de 1500 animais que seriam utilizados em combates resgatados no Wisconsin

Polícia apreendeu cerca de 1500 galos e galinhas e 20 cães de raça pitt bull, que viviam em «condições deploráveis»
Bichos
combates
combates
As lutas de animais são proibidas em todos os estados dos EUA (foto: Pixabay)

A polícia do estado americano do Wisconsin apreendeu numa casa 20 cães de raça pitt bull e cerca de 1500 galos e galinhas, muitos deles destinados a combates. De acordo com um comunicado emitido na quinta-feira pela Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade contra os Animais (ASPCA, na sigla em inglês) e o Gabinete do Xerife do Condado de Pierce, os animais «viviam em condições deploráveis».

À National Public Radio, a xerife Nancy Hove referiu que os galináceos e os cães destinavam-se a serem usados em combates ilegais. Foram encontrados cães com cicatrizes e ferimentos, presos a correntes pesadas. As patas dos galos e galinhas tinham sido cortadas com uma lâmina de barbear.

Na casa, foi também encontrada uma caixa quadrada em madeira num celeiro, onde se suspeita que as lutas entre animais se realizassem. Foram detidas duas pessoas, Houa Dia Yang e Senyen Vang, embora as autoridades ainda não saibam quem realmente promovia os combates.

Nancy Hove acrescentou que em 35 anos de serviço, nunca tinha feito uma descoberta desta magnitude. Há cerca de um ano, os seus agentes apreenderam 50 cães nas mesmas circunstâncias.

 

Combates são ilegais

Tim Rickey, vice-presidente da ASPCA referiu ao mesmo jornal que, «infelizmente», a luta de animais é muito comum nos Estados Unidos da América. De acordo com o Los Angeles Times, no ano passado, as autoridades confiscaram 7000 aves num condado de Los Angeles, a maior apreensão de sempre de animais utilizados em lutas de galos.

A operação no Wisconsin resultou de uma investigação por suspeita de tráfico de drogas. Os agentes visitaram a casa pela primeira vez em 31 de Agosto, quando Houa Dia Yang foi detido por ligações à venda de estupefacientes. Voltaram mais tarde para confiscar as plantas de marijuana, um quilo de marijuana seca e metanfetaminas. Nessa altura, foi presa a mulher, Seyen Vang.

As lutas de cães e de galos são ilegais em todo o país. No estado do Wisconsin, são puníveis com multas até 10 mil dólares (cerca de 8700 euros) e uma pena de prisão até seis anos.

Todos os animais apreendidos na quinta encontram-se em refúgios, onde estão a ser tratados aos ferimentos, e ali ficarão até que o tribunal determine o seu destino.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.