Tecnologia

App portuguesa permite aos tutores de animais esclarecer dúvidas com médicos veterinários

Petappoint vai ser lançada oficialmente na segunda-feira e estará disponível no sistema IOS. Projecto pretende facilitar o acesso dos tutores a informação credível
Fátima Mariano
app
app
O objectivo deste projecto é evitar que os tutores tirem as suas dúvidas em websites pouco confiáveis

Na próxima segunda-feira, é oficialmente lançada a Petappoint, uma app totalmente portuguesa que pretende facilitar o acesso a informação credível por parte dos tutores de animais de estimação. A ideia surgiu porque os médicos veterinários Catarina Coelho e João Bordelo se aperceberam, durante a sua prática clínica, que a maioria dos tutores recorre ao «dr. Google» para tirar dúvidas, muitas vezes em páginas pouco confiáveis.

«Muitos auto-medicam os animais ou adiam a ida ao médico-veterinário, podendo colocar em risco a vida do seu animal», contou ao jornal Os Bichos Catarina Coelho.

O projecto começou a ser idealizado em Novembro do ano passado. A aplicação, totalmente gratuita, foi concebida pela BloomIdea, uma empresa sedeada em Braga que decidiu investir na app.

 

Como funciona?

Após descarregar a app, o tutor pode começar a colocar as suas dúvidas. Numa primeira etapa, fala com uma assistente que coloca um conjunto de questões para conhecer a situação em concreto. O tutor é depois encaminhado para o médico veterinário mais indicado para aconselhá-lo. A comunicação é sempre feita por chat, através do qual é possível enviar fotografias e vídeos e pedir aconselhamento.

Catarina Coelho alerta os futuros utilizadores de que os médicos veterinários que colaboram no projecto não fazem, diagnósticos nem prescrevem tratamentos, uma vez que tal é proibido pelo Código Deontológico da profissão. «Se durante a conversa, o médico veterinário perceber que o animal precisa de ser visto presencialmente, é encaminhado para uma das clínicas ou hospitais nossos parceiros que estejam próximas do local de residência», esclarece.

A rapidez nas respostas às dúvidas colocadas dependerá da disponibilidade dos médicos veterinários, mas Catarina Coelho adianta que o objectivo é conseguir com que o serviço este disponível 24 horas por dia. Entre a equipa de profissionais, há especialistas em animais exóticos, «uma vez que cada vez mais pessoas os têm como animais de estimação», diz.

«O nosso objectivo principal é consciencializar o tutor para a importância dos cuidados médico-veterinários e permitir que tenham acesso a informação válida», sublinha, adiantando que nem ela, nem João Bordelo farão parte da equipa que irá esclarecer os tutores.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.