Flexibilidade

Empresa americana dá licença de «patarnidade» aos empregados

A partir do outono, os colaboradores que tiverem novos animas de estimação vão poder trabalhar a partir de casa durante a primeira semana para ajudarem o cão ou o gato a adaptar-se à nova casa
Bichos
empresa
empresa
A ideia surgiu quando, em Maio, um colaborado pediu horário flexível para acompanhar o cão que tinha adoptado durante a primeira semana em casa

A empresa americana Nina Hale vai conceder uma licença de «patarnidade» aos empregados quando estes tiverem um novo animal de estimação. A partir do outono, esta firma de marketing digital de Minneapolis vai permitir que os funcionários tenham um horário de trabalho flexível, trabalhando a partir de casa, na primeira semana em que o cão ou o gato esteja em casa.

A ideia surgiu quando Connor McCarthy, responsável pela área comercial, e a namorada adoptaram Bentley, um cão de raça goldendoodle com dois meses de idade. O jovem pediu ao superior hierárquico se podia ter um horário flexível na primeira semana do animal em casa. O pedido foi aceite em apenas um dia.

Ao jornal Star Tribune, Conor McCarthy explicou que essa semana foi importante para Bentley se familiarizar com a sua nova casa.
Allison McMenimen, directora executiva, reconhece que «levar um cachorro para casa é um grande e importante passo na vida». «Para muitas pessoas, os animais de estimação são como se fossem os seus filhos», acrescentou.

 

O exemplo de outras empresas

No sítio da Internet da empresa, a CEO da empresa, Donna Robinson, escreveu: «Se queremos continuar a ser um exemplo de um bom local de trabalho, é crucial oferecer novos benefícios que ajudem a manter a satisfação dos nossos empregados que têm animais».

De acordo com o New YorK Times, no ano passado, uma empresa italiana continuou a pagar o salário por inteiro a uma funcionária que ficou em casa para cuidar do cão, que estava doente.

Os colaboradores da empresa americana mParticle, de Nova Iorque, podem tirar duas semanas de folga pagas quando adoptam um cão abandonado ou compram um animal exótico, como por exemplo, iguanas.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.