Insólito

Assaltante de casas denunciado pelo próprio cão na Argentina

Jovem de 22 anos de idade esqueceu-se de Roco na vivenda que assaltou. Polícia seguiu o animal até casa e acabou por prender o dono
Bichos
Assaltante
Assaltante
Roco conduziu a polícia até casa do dono, que já tinha cadastro por furto

Um assaltante de casas decidiu levar o cão para «o trabalho», mas esqueceu-se dele e o animal acabou por «denunciá-lo» à polícia. O caso aconteceu esta semana no bairro de Huinca Renancó, na cidade argentina de Córdova.

De acordo com o jornal La Nueva, a proprietária da habitação, Elsa Quiroga, ouviu um ladrar insistente logo pela manhã e foi ver o que se passava. Pensava tratar-se do seu próprio cão, mas quando chegou ao quintal viu que era um animal desconhecido.

Ela e o marido repararam então que estava tudo remexido no interior da casa e que lhes tinha sido furtados diversos objectos: uma garrafa de gás de 10 quilos, duas serras, três martelos, entre outros.

Elsa Quiroga manteve o animal fechado até à chegada da polícia, embora o cão estivesse desesperado por sair. Quando os agentes chegaram, soltaram-no e seguiram-no para ver que direcção seguia. Roco, assim se chama o animal, foi direitinho a casa, situada no mesmo bairro.

 

Assaltante desmascarado

Ao chegarem, os polícias suspeitaram da atitude do dono do cão, um jovem de 22 anos de idade. Realizaram uma busca domiciliária e encontraram ferramentas e outros objectos de valor, todos furtados. O jovem, que já tinha antecedentes criminais, acabou detido.

A dona da casa assaltada fez um pedido especial para que nada de mal aconteça a Roco, uma vez que sem a sua ajuda nunca teriam identificado o assaltante, nem recuperado os bens furtados.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.