Ilustração

E se trocássemos de papéis com os animais?

A irlandesa Barbara Daniels faz desenhos em que os bichos assumem o lugar dos seres humanos em cenários do mundo do moderno
Fátima Mariano
vaca

vaca
animais
animais

E se fossem os animais a dominarem o mundo? Quem mundo seria esse onde viveríamos? Estas sã algumas das reflexões que os desenhos da ilustradora irlandesa Barbara Daniels nos desafiam a fazer.

A ideia surgiu em 2012 enquanto Barbara Daniels comia umas asas de frango num café em Estrasburgo. Começou a desenvolvê-la 2013, depois de se ter mudado para Berlim, na Alemanha. «Sempre gostei de desenhar animais e simplesmente fiquei fascinada pelo conceito de inversão de papéis», contou ao jornal Os Bichos numa entrevista realizada por email.

Até agora, a artista já desenhou 49 ilustrações da colecção Dominação do Homem (Domination over Man, no original), mas há muitas outras já pensada.

Barbara Daniels diz que não pretende transmitir uma mensagem específica com estas ilustrações. «Simplesmente, inverto os papéis dos seres humanos e dos animais em cenários do nosso mundo moderno e a interpretação é deixada inteiramente a quem a vê. É só arte. Não tenho intenção de dizer às pessoas o que está errado e o que está certo», explicou a Os Bichos.

No entanto, acredita que as suas obras façam as pessoas reflectirem na relação que têm com os animais. «A mim, fez-me reavaliar o meu próprio comportamento. Comi carne toda a minha vida até começar a desenhar esta colecção. Agora, sou vegetariana», contou.

A reacção do público tem sido a mais diversa. «Algumas pessoas riem-se porque vêm lado humorístico e satírico. Outras pessoas questionam a sua própria moralidade e comportamento. Algumas sentem que a arte confirma as suas crenças em relação aos direitos dos animais, enquanto outras sentem-se de alguma forma ameaçadas pela arte e reagem de forma defensiva», contou.

Mas há também quem tenha reacções mais ofensivas. Barbara Daniels refere já lhe chamaram de tudo e mais alguma coisa e que algumas pessoas acham que ela tem «uma mente doente».

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.