Insólito

Rã regurgitada por cobra recupera e é devolvida ao habitat natural

O animal foi ressuscitado por Jamie Chapel, um apanhador de cobras australiano, que lhe realizou manobras de reanimação. Durante cinco semanas, alimentou-o e tratou-lhe das feridas com antibiótico
Bichos
rã
rã
Rã sofreu ferimentos nas costas

Uma rã-arborícola foi esta semana devolvida ao seu habitat natural, um mês depois de ter sido regurgitada por uma cobra e ter sido ressuscitada por um apanhador de serpentes, noticia a SBS News.

Este insólito episódio aconteceu em Towsville, no norte de Queensland (Austrália). Jamie Chapel realizou manobras de reanimação depois de a rã ter sido cuspida por uma cobra que ele tentava apanhar, em Junho. A cobra terá regurgitado o batráquio por se sentir ameaçada na presença de Jamie.

Como foi noticiado na altura, acreditando que o animal tivesse sido engolido há pouco tempo, Jamie Chapel limpou-lhe o muco e fez-lhe leves compressões no abdómen durante um minuto até que a rã voltou a respira e ficou consciente. «Ela parecia morta… mas voltou à vida. Nem queria acreditar», contou, citado pelo jornal Brisbane Times.

Durante cerca de cinco semanas, o caçador tratou de Lucky (Sortudo, em inglês), como foi baptizado o batráquio. Alimentou-o e curou-lhe as feridas nas costas com antibiótico. Segundo ele, as primeiras 48 horas foram as mais preocupantes e os primeiros 10 dias, cruciais para as feridas cicatrizarem.

O animal recuperou totalmente e foi agora libertado ao seu habitat natural. «Foi triste vê-la ir-se embora, mas ele tinha que ser libertado», disse à SBS News. Na página de Facebook dos apanhadores de serpentes de Townsville, Jamie Chapel escreveu que Lucky tem agora o dobro do tamanho de quando ele a encontrou e deixou-lhe um conselho: «Boa sorte e mantém-te afastada das cobras».

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.