Áustria

Casal de cisnes homossexuais atacava as pessoas para proteger o ninho onde guardava copos de plástico

Animais atacavam nadadores e quem quer que se aproximasse do lado de Grundleese. Foram retirados à força e vão ser transportados para um santuário no Tirol
Bichos
Vários nadadores tiveram que receber tratamento hospitalar na sequência dos ataques

Um par de cisnes machos foi retirado à força de um lago de Grundleese, na Áustria, depois de uma série de violentos ataques contra quem quer que se aproximasse da borda da água. Os animais estariam a proteger o ninho onde, em vez de ovos, tinham copos de plástico coloridos, segundo a imprensa local.

Já no verão do ano passado, estes cisnes ficaram conhecidos por investirem contra pessoas e barcos. Este ano, segundo o presidente da Câmara, Franz Steinegger, “os ataques atingiram uma nova dimensão. “Eles tentaram submergir os nadadores”, adiantou. Alguns nadadores precisaram mesmo de receber tratamento hospitalar, tendo um deles sofrido um corte na cabeça com cerca de 10 centímetros.

Alguns peritos aconselharam Franz Steinegger a eutanasiar as aves, dada a sua perigosidade. “Tivemos que agir rapidamente. Mas simplesmente não tive coragem de os ver mortos por um caçador”, afirmou o autarca ao jornal britânico Daily Mail.

Inicialmente, os especialistas estranharam a agressividade do casal. Mas ao verem que tinham vários copos de plástico no nicho, concluíram que era o seu instinto de protecção que os movia.

Com a ajuda de um casal que gere um santuário para animais selvagens no estado do Tirol, os animais foram retirados à força do lago e serão transportados para aquela reserva.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.