Inquérito

Sondagem conclui que 75% dos lisboetas está contra o uso de dinheiros públicos para financiar touradas

Estudo de opinião encomendado pela Plataforma Basta revela também que 64% dos inquiridos não concorda com o apoio da Câmara à realização de espectáculos tauromáquicos no Campo Pequeno
Bichos
89% das pessoas inquiridas numa assistiu a uma tourada da praça do Campo Pequeno

Uma sondagem encomendada pela Plataforma Basta à Universidade Católica revela que 75% dos lisboetas não concorda com a utilização de dinheiros públicos para financiar touradas e 64% é contra o apoio da Câmara Municipal à realização de espectáculos tauromáquicos no Campo Pequeno.

Ao inquérito, realizado pelo Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da Universidade Católica entre os dias 5 e 20 de Maio deste ano, responderam 1009 indivíduos maiores de 18 anos de idade e residentes em todas as freguesias da cidade, sendo a maioria (55%)do sexo feminino.

De acordo com a mesma sondagem, 89% das pessoas entrevistadas nunca assistiu a uma corrida de touros no Campo Pequeno desde a sua reabertura em 2006 e 96% concorda com a realização de outro tipo de eventos naquela praça de touros.

À pergunta “Concorda com a promoção, por parte da Casa Pia, de touradas na praça de touros do Campo Pequeno?”, 69% respondeu que não e 17% mostrou-se a favor.

Em reacção a esta sondagem, o PAN – Pessoas Animais Natureza pediu uma reunião com o presidente a Câmara, Fernando Medina (PS), e anunciou que vai apresentar uma Recomendação à Assembleia Municipal para que a autarquia não conceda mais apoios institucionais a corridas de touro.

Segundo Inês Sousa Real, deputada municipal do PAN, os resultados deste inquérito demonstram que “os lisboetas não se reveem numa opção política de apoio institucional a esta actividade anacrónica”. “Não é possível compatibilizar a tauromaquia com o bem-estar animal, nem faz sentido que existam isenções para eventos desta natureza, como é o caso da isenção do IMI existente para a praça de touros, que só vêm perpeturar uma actividade em declínio”, sublinhou num comunicado à imprensa.

Como o jornal Os Bichosnoticiou, no dia 6 de Julho, serão discutidos no plenário da Assembleia da República uma proposta do PAN que visa o fim das corridas de touro e um projecto de lei do Bloco de Esquerda que pede o fim dos apoios institucionais e da cedência de recursos públicos a espectáculos com animais, incluindo as touradas.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.