Cinema

«Presa Branca» estreia quinta-feira nas salas portuguesas

Filme, baseado num conto de Jack London publicado em 1910, conta a história de um lobo que é criado por seres humanos e que é obrigado a participar em lutas de cães
Bichos

Baseado num conto do escritor americano Jack London publicado em 1910, Presa Branca é um filme de animação que conta as aventuras de um lobo que foi retirado à mãe ainda bebé e que passa por vários donos até ser domesticado.

A história passa-se nos anos 1890, no território canadiano do Yukon, durante a corrida ao ouro. Presa Branca começa por ser adoptado por Castor Cinzento, o líder da tribo Gwich’in de nativos americanos, que lhe dá o nome. Nos seus primeiros anos de vida, vive em liberdade e é respeitado por todos. Contudo, numa viagem à cidade, e raptado por Beauty Smith, que o inicia nas lutas de cães. A partir deste momento, Presa Branca tem que aprender a defender-se para sobreviver.

Após vários anos a participar em lutas, Presa Branca é resgatado pelo xerife Weedon Scott e a mulher, Maggie, que cuidam dele e lhe devolvem a saúde física e psicológica. O casal acaba por abandonar o Yukon, mas Presa Branca decide ficar e regressar à vida selvagem para constituir a sua própria família.

O filme aborda questões tão diferentes como o respeito pela vida selvagem, a solidariedade, a sobrevivência e a crueldade humana, embora a história seja contada do ponto de vista do animal.

Presa Branca marca a estreia do luxemburguês Alexandre Espigares como realizador. Na versão original, as vozes das personagens principais são asseguradas por Nick Offerman, Paul Giamatti, Flula Borg, Rashida Jones e Virginie Efira. A versão dobrada em português conta com as vozes de Diogo Dias, Bruno Ferreira, André Nunes, Mila Belo e Ricardo Monteiro.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.