Acidente

Morte de girafa do Zoo de Lisboa alerta para proibição de os visitantes alimentarem os animais

Fêmea, de 11 anos e cinco meses de idade, tinha sido mãe em Novembro. Jardim Zoológico lembra que é proibido dar de comer aos bichos
Fátima Mariano
Girafa-de-Angola
A girafa-de-Angola é considerada uma espécie vulnerável, devido à destruição do seu habitat natural e à caça (Foto: Direitos Reservados – Jardim Zoológico de Lisboa)

Uma fêmea de girafa-de-angola (Giraffa camelopardalis angolensi) morreu no sábado à tarde no Jardim Zoológico de Lisboa, na sequência de uma tentativa de alimentação por parte de um visitante, o que é proibido pelas regras de segurança do Zoo. A girafa, de 11 anos e cinco meses de idade, acabou por cair no fosso que separa o público dos bichos, morrendo de colapso cardio-respiratório, consequência da queda, foi anunciado esta terça-feira. O visitante foi identificado pela PSP.

A girafa-de-angola é considerada uma subespécie vulnerável pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, sigla em inglês). A caça e a destruição do habitat natural são duas das maiores ameaças à sua sobrevivência.

A fêmea que morreu no Jardim Zoológico de Lisboa tinha sido mãe em Novembro (ver vídeo no final do artigo), mas de acordo com aquela instituição, esta já se alimenta sozinha e está integrada no grupo. Normalmente, as crias são amamentadas até pelo menos aos oito meses de idade.

Em comunicado à imprensa, o administrador do zoo Carlos Agrela Pinheiro refere: «A Girafa-de-Angola é uma das espécies mais emblemáticas e uma das mais queridas dos nossos visitantes. O Jardim Zoológico tem um papel concreto a desempenhar no plano de conservação dos animais. O clima temperado do país e da cidade facilita a adaptação das espécies, sendo a sua taxa de reprodução bastante boa».

De acordo com o Jardim Zoológico de Lisboa, apesar dos inúmeros avisos espalhado pelo parque, crianças, jovens e adultos continuam a alimentar os animais.

A girafa-de-Angola é o animal mais alto do mundo, podendo atingir os 5,5 metros de altura. O seu pescoço pode medir até dois metros.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.